Aglehg's Blog

Ícone

Just another WordPress.com site

IE6 the nightmare

This is the post I wish I had read on the blogs and forums out in the universe… About how to circle the  n different versions of IE which every developer know’s mostly have in common the fact that they are pretty crappy at following standards and are filled with support holes and MSonly object properties.

So for starters DON’T READ THE FORUMS, if you don’t know precisely what you are looking for . =P about 90% of the posts are novice, about 7% are people  hopping to play around and if you’re lucky to find some insigh… you have been browsing for hours.

Stand alone versions of i6 and other forms of bundled engines I’ve found, are good for pages with simple scripts and no authentication… but if you’re using a javascript library, ajax requests, and you have authentication… I’d run away from them.

http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyId=21EABB90-958F-4B64-B5F1-73D0A413C8EF&displaylang=en

MS proposes a solution which seams @first too much trouble.I mean who would want to install a virtual machine to run a browser.. please?! right? But in the end it may quite be your best solution. If you may be evading some specific IE corner… imagine what it’s like not knowing if that corner is the browser’s, the “emulator” of the browser’s or a gap in your code the other browsers covered for you.

Has an example I can tell you I wasted way to much time, just to realize that the thing I replaced IE with was not sending cookies along with the ajax request… :S

Now while javascript librarys can be a pain to keep track, CSS is pretty plain and there are plenty of valuable “compatibility tables”  like this one

http://www.quirksmode.org/css/contents.html

which you really wanna check, so you can keep track of what’s going wrong without guessing to much.  The other think you might wanna look into are cheats that other people may have found…

http://www.virtuosimedia.com/tutorials/ultimate-ie6-cheatsheet-how-to-fix-25-internet-explorer-6-bugs

So out of the tech talk… and in to the juice…  this is what I’ve (re)learned today. Guessing is your enemy. While it may be a fun game. Doing a test by case, can be a horrible way to get trough your problem. The idea is to build a stack of axioms you can rely on when you start formulating those theorems…  So much of the work is done in seconds in your brain and not in many hours on Google.

Filed under: Raios e Coriscos, webdev

the buz is officially deafening

http://www.cio.com.au/article/367050/ubuntu_risky_leap_unity_wayland/

I’ve tried unity and I just hate it, that horrible site bar steals precious desktop space. And I feel trapped in that mandatory button interface. I hate the big buttons, the icons, the full screen menus with transparency but mostly the fact that it crashes if I use two screens in twinView.

It’s a real shame since I’ve been leaping distributions (slackware, mint, fedora, and finally ubuntu)  and thought I had finally found my resting place.

(great package availability, (including development packages), great looks, stable, customizable… every geek’s dream)

Ohh ubuntu.. there you go in to the netbraolck (my damaged way of saying netbook brain block)…

No X??!?!?!?!?! no X?!?!?!?!

ohh my! oh my! It’s the big asteroid of changestroction! Let’s see how that goes… maybe this dinosaur will find a new planet to inhabit…

 

Filed under: linux, Raios e Coriscos

ah afinal há um código deontológico

http://www.ordemengenheiros.pt/Default.aspx?tabid=100

Gosto. Tenho andado triste por sentir que a dignidade é um bem análogo aos diamantes, dado que é necessário escavar uma montanha (composta maioritáriamente de pedras vulgares) para se encontrar um. Mas afinal o princípio existe e é regra.

ARTIGO 88°

Deveres do engenheiro no exercício da profissão

1 – O engenheiro, na sua actividade associativa profissional, deve pugnar pelo prestígio da profissão e impor-se pelo valor da sua colaboração e por uma conduta irrepreensível, usando sempre de boa fé, lealdade e isenção, quer actuando individualmente, quer colectivamente.

2 – O engenheiro deve opor-se a qualquer concorrência desleal.

3 – O engenheiro deve usar da maior sobriedade nos anúncios profissionais que fizer ou autorizar.

4 – O engenheiro não deve aceitar trabalhos ou exercer funções que ultrapassem a sua competência ou exijam mais tempo do que aquele de que disponha.

5 – O engenheiro só deve assinar pareceres, projectos ou outros trabalhos profissionais de que seja autor ou colaborador.

6 – O engenheiro deve emitir os seus pareceres profissionais com objectividade e isenção.

7 – O engenheiro deve, no exercício de funções públicas, na empresa e nos trabalhos ou serviços em que desempenhar a sua actividade, actuar com a maior correcção, de forma a obstar a discriminações ou desconsiderações.

8 – O engenheiro deve recusar a sua colaboração em trabalhos sobre os quais tenha de se pronunciar no exercício de diferentes funções ou que impliquem situações ambíguas.

ARTIGO 89°

Dos deveres recíprocos dos engenheiros

1 – O engenheiro deve avaliar com objectividade o trabalho dos seus colaboradores, contribuindo para a sua valorização e promoção profissionais.

2 – O engenheiro apenas deve reivindicar o direito de autor quando a originalidade e a importância relativas da sua contribuição o justifiquem, exercendo esse direito com respeito pela propriedade intelectual de outrem e com as limitações impostas pelo bem comum.

3 – O engenheiro deve prestar aos colegas, desde que solicitada, toda a colaboração possível.

4 – O engenheiro não deve prejudicar a reputação profissional ou as actividades profissionais de colegas, nem deixar que sejam menosprezados os seus trabalhos, devendo quando necessário, apreciá-los com elevação a sempre com salvaguarda da dignidade da classe.

5 – O engenheiro deve recusar substituir outro engenheiro, só o fazendo quando as razões dessa substituição forem correctas e dando ao colega a necessária satisfação.”

Filed under: Raios e Coriscos

Esquizofrenia dos mercados…

Leio estas coisas e o meu cerebro linear sente-se perdido numa sequencia de saltos quânticos.  Se a economia podesse ser contida numa pessoa, esta seria muito rapidamente diagnosticada com esquizofrenia paranóide. Se fosse apanhada na rua.. por esta altura seria rapidamente abatida.. e quem sabe… cozinhada à falta de melhor proveito.

Os fundos cinderela?

http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=455343

Filed under: oikonomía, Raios e Coriscos

Solutions to make your way trought the standard(tless) world of IE

if you came here first go here for the end of the story

https://cogimagi.wordpress.com/2010/12/07/ie6-the-nightmare/

=================================================================================

A single solution with all engines… damn miracle from my perspective

http://www.my-debugbar.com/wiki/IETester/HomePage

Microsoft proposes a diferent virtual machine for each engine.

lol sounds like scary movie for css aficionados!

http://www.microsoft.com/downloads/en/details.aspx?FamilyId=21EABB90-958F-4B64-B5F1-73D0A413C8EF&displaylang=en

Filed under: Raios e Coriscos

Pequenos gestos

Sinto-me resoluta a deixar os pedaços podres de toda a peça de fruta ou legume que encontrar no supermercado, virados para cima!

Eu compreendo que os senhores tenham um problema a resolver: encontrar forma de fazer passar as peças degradadas pelo mesmo preço daquelas que não estão.  Sucede que no meu entender, não teem o mesmo valor. O que me deixa com muito mais problemas do que os senhores tinham inicialmente.

– Impedir-me de levar legumes / fruta degradada para casa.

– Já que estou a perder tempo com isso,  facilitar a tarefa à proxima pessoa com juízo que por ali passar.

– Conter-me para não começar a divagar até que ponto é que é legal, a solução que os senhores encontraram…  (“publicidade enganosa”, fraude.. )

Por vezes temos tendencia a desculpar estas coisas, por nos parecerem.. “delitos menores”. Mas na realidade será que alguém fez as contas? Quanto ganharam os hipermercados com a troca fraudulenta? Quanto perderam os Portugueses que jogaram a fruta para o lixo 2 dias depois? Quanto gastou o nosso sistema de saúde naqueles  que cortaram o “bocadinho mau”?

Haja riso.. é o unico remédio que ainda não se paga.

Filed under: Raios e Coriscos